segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Filho(a). É assim que eu te chamo...

Para todos que não entendem e não irão entender essa minha mania.
E nada pode chegar a ser tão bonito ou feio, chocante ou chato, animador
ou entediante quanto uma mania. Bem, avisando previamente, eu prefiro
arriscar mostrar jogar usar com todas as forças as minhas manias.
Afinal, que graça teria esse mundo sem nós, maníacos comuns que não
aparecem na tv e não andam de bicicleta por aí?
Bem, eu faço parte desses comuns. Se aprochegue, filho(a), faça parte
deles também. Vai que você não se arrepende...
Ah, e esse avisoapresentaçãorotineira é só mais uma idéia velha, em meio
a tantas novas.

Té mais, filho(a).

Um comentário:

odacy disse...

bem vindo ao blogspot painho.
:}